fbpx
Menu fechado

Diferença Entre Serviço de Rádio Amador e Serviço de Radiocomunicação Comercial.

‘Só entendemos aquilo que amamos.’ Tom Jobim

Alguns dizem que o radioamadorismo é um hobby. Outros, que é uma ciência. Em verdade, o radioamadorismo é composto por pessoas de diversos interesses, prevalecendo entre seus indivíduos a fraternidade, o serviço ao próximo e a vontade de ajudar pelo simples prazer de fazer o bem. Entre seus praticantes há pessoas de diversos níveis sociais e intelectuais. Os mais adiantados nos estudos, entretanto, são verdadeiros cientistas e encontram-se na vanguarda das telecomunicações em razão de seu amor e devoção ao estudo dos fenômenos da transmissão de ondas radioelétricas. Não raro encontramos esses aficcionados em trabalhos de relevante importância em agências espaciais e governamentais, desempenhando papéis fundamentais em missões decisivas para o futuro da humanidade, antecipando o serviço. Outros, com menos conhecimento (como eu por exemplo) podem servir ao próximo, utilizando sua estação para transmitir um comunicado urgente a sua comunidade em caso de pane nas telecomunicações ou em qualquer situação de emergência que porventura ocorra.

No caso da radiocomunicação comercial, o meio utilizado é o mesmo, mas a finalidade é diferente. Há sempre um meio produtivo envolvido, seja para a produção de bens de capital ou serviços, seja para a prestação de um serviço público, por parte do Estado em seus diversos níveis de autonomia e representação. Daí o fato de serem regulamentos por serviços diferentes, Serviço de Radioamador – 402, Serviço Limitado Privado – 019.

Dane Avanzi
Diretor de Marketing – Grupo Avanzi
Advogado Especializado em Telecom
Diretor Superintendente – Instituto Avanzi

Deixe uma resposta

Receba atendimento direto no Whatsapp
Enviar