fbpx
Menu fechado

DroneShow traz números atualizados do SARPAS e SISANT

Objetivo é informar a comunidade sobre o avanço dos números no setor de drones no Brasil

O DroneShow apresenta novamente números atualizados dos sistemas SARPAS – Solicitação de Acesso de Aeronaves Remotamente Pilotadas – mantido pelo DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo – e SISANT – Sistema de Aeronaves Não Tripuladas – da ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil, com o objetivo de informar a comunidade sobre os avanços do setor de drones no Brasil.

Estes números foram atualizados até o início de 2019, sendo portanto um retrato fiel do setor de Drones no Brasil.

O SARPAS foi desenvolvido com o objetivo de facilitar a solicitação de acesso ao Espaço Aéreo para o uso de Sistemas de Aeronaves Remotamente Pilotadas (RPAS/Drones) no espaço aéreo brasileiro.

Segundo os números atualizados em 15 de janeiro de 2019, o SARPAS conta com 18.951 pilotos e 14.161 aeronaves cadastradas. Em relação ao número de operações, até hoje foram 93.421 pedidos no total, sendo que destas 82.732 foram aprovadas, uma taxa de 88,6% de respostas positivas.

Por sua vez, o cadastro no SISANT é obrigatório as ae­ronaves não tripuladas de uso recreativo (aeromodelo) ou não recreativo (RPA), com peso máximo de deco­lagem superior a 250 gramas e limitado a 25 quilos e que não voará além da linha de visada visual (BVLOS) ou acima de 400 pés (120 metros) acima do nível do solo. Deve ser feito um cadastro por aeronave e cada equipamento deve estar vinculado a uma pessoa ou a uma empresa no Brasil, que será a responsável legal pela aeronave.

No SISANT, os números atualizados até 15 de fevereiro de 2019 apontam 50.945 pessoas cadastradas, sendo quase 95% pessoa física e o restante empresas. Em relação ao número de Drones, estão cadastrados 62.048 no total, sendo pouco mais de 35% para uso profissional e o restante de uso recreativo.

Fonte: DroneShow

Receba atendimento direto no Whatsapp
Enviar