Menu fechado

Radiocomunicação: Peça chave em qualquer organização

Duro de matar - Bruce WillisEscrevo este artigo para os clientes em posição de liderança e que são aficcionados por bons filmes de ação.

Refiro-me particularmente à série “Duro de Matar”, estrelada pelo ator Bruce Willis. Nas quatro edições da série, o ator principal interpreta o dedicado e competente policial John MacClane, e em todas ele “acidentalmente” se envolve em atentados comandados por terroristas ou quadrilhas internacionais. Mas, sendo o mocinho, sempre consegue virar o jogo.

Convém lembrar que além de atirar e lutar muito bem, ele tem um segredo. Qual segredo? É simples e não é difícil de desvendar para qualquer um que já tenha visto pelo menos um dos quatro filmes, que têm roteiros muito parecidos: em todos os filmes da série ele intercepta um dos radiocomunicadores dos bandidos/terroristas. Dessa forma, ao ouvir suas conversas ele pode se antecipar aos acontecimentos e preparar grandes emboscadas.

Assim como na luta contra o crime, no mundo empresarial estratégia é tudo. E quando se fala de estratégia o ponto central  é ter informação em tempo hábil.

Ocorre que a informação, para realmente ser uma aliada, deve possuir características que somente um bom sistema de radiocomunicação pode fornecer, ou seja, deve ser rápida, segura, confiável e compartilhada. É por isso que a radiocomunicação, dentre todos os serviços atualmente disponíveis no mercado, ainda é a preferida do público corporativo – estatal e privado – uma vez que só ela consegue reunir estas qualidades imprescindíveis à boa comunicação.

Cabem aqui alguns esclarecimentos necessários à perfeita compreensão:
Rapidez – na verdade o termo certo nem é esse, porque a comunicação via rádio é instantânea. É apertar e falar (PTT – Push To Talk);
Segurança – para determinados serviços sigilo e inviolabilidade são vitais. Não por acidente muitos dos modelos de rádio disponíveis hoje no mercado são criptografados.
Confiança – diferentemente dos serviços de comunicação oferecidos por operadoras de celulares com serviço acoplado de rádio, a radiocomunicação permite projetar um sistema de comunicação sob medida para sua necessidade, oferecendo cobertura em regiões que as operadoras de celulares não tem interesse.

Compartilhamento da informação – eis aqui a quintessência que somente a radiocomunicação tem: todo o grupo ouve as mensagens simultaneamente e instantaneamente. Simplesmente o máximo! Em termos comparativos: é como uma roupa feita sob medida especialmente para seu cliente! Mais que isso: reflete, em relação a outros sistemas, a diferença entre uma rabeca e um Violino Stradivarius. Na Radiocomunicação é apertar e falar de verdade. Nunca aparecem mensagens como: tente novamente, usuário ocupado etc.

O que isso tem a ver com o gerenciamento de pessoas e informações no local de trabalho do seu cliente? Muito! Em qualquer organização o fluxo de informações em seus diversos níveis hierárquicos é fundamental para o perfeito funcionamento dos diversos grupos de trabalho, sendo fator essencial para a boa performance na execução de tarefas.

Dane Avanzi
Diretor de Marketing – Grupo Avanzi
Advogado Especializado em Telecom
Diretor Superintendente – Instituto Avanzi

Deixe uma resposta

Receba atendimento direto no Whatsapp
Enviar